Crónicas
Sociedade Recreativa
Reviver
por Fernando Sobral
Eminem parece ter chegado a um beco. Talvez tenha uma saída.
  • Partilhe
SÁBADO 13 JANEIRO - 00H
Por vezes os músicos que marcaram uma época desejam fazer reviver o seu passado mais ou menos glorioso. Talvez seja isso mesmo que Eminem pretende fazer com o novo ‘Revival’. É o que nos tenta dizer num dos temas do disco, ‘Believe’: "It’s never too late to start a new beginning." Mas para encontrarmos algum oxigénio criativo temos de esperar pelos dois últimos temas do disco, ‘Castle’ e ‘Arose’.

Eminem parece chegado a um beco. Talvez tenha uma saída, algo que é muito comum ao universo do hip-hop, mas ela não parece óbvia. Jay-Z, com o seu ‘4:44’, também tentou ultrapassar a sua ‘crise dos 40’, e o resultado é bastante mais bem conseguido do que o alcançado por Eminem. Jay-Z compreendeu que chegou a um tempo em que precisa de se transformar em algo mais sofisticado. Eminem ainda não chegou a essa conclusão.

‘Revival’ é um disco que ecoa algo já escutado há muito tempo, como se fosse uma reciclagem de velhos tiques e toques. Não se descortinam aqui novas ideias. Mas, sobretudo, parece que o ‘rapper’ perdeu a sua capacidade de comunicação com as novas gerações, que devem desejar outros registos.

Este é um disco cheio de ideias envelhecidas. Eminem fala de Trump ou da brutalidade policial mas falta-lhe um olhar actual e renovado. A aposta musical tenta colocar-se a par das novas tendências, mas tudo soa falso.

E quando se socorre das colaborações de nomes como Ed Sheeran, Alicia Keys, Beyoncé ou Pink parece que está a pedir boleia a estrelas de sucesso para conseguir manter-se na corrida. Uma desilusão.
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
mais crónicas de
Sociedade Recreativa
horoscopo
EM DESTAQUE
CAPRICÓRNIO
22 DEZEMBRO - 20 JANEIRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright 2014 - Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.