Crónicas
Sociedade Recreativa
Experiência
por Fernando Sobral
Tudo o que o grupo faz é bem feito mas falta uma centelha de génio.
  • Partilhe
SÁBADO 23 DEZEMBRO - 00H
Foi quando chegaram aos Estados Unidos que a carreira dos U2 mudou para sempre. Para trás ficava o som agreste e militante de ‘Boy’, ‘October’ ou ‘War’. De banda irreverente irlandesa passava a grupo rock global. E, em 1987, ‘The Joshua Tree’ estabelecia definitivamente esse amor pelo sonho americano, qualquer que ele fosse. Desde então, o grupo de Bono Vox tornou-se uma das mais poderosas máquinas do rock mundial, juntando o seu som vibrante ao olhar cirúrgico sobre a sociedade que os rodeia. Talvez não seja um acaso que o seu novo álbum se chame ‘Songs of Experience’.

A experiência tornou-se o grande valor seguro dos U2. Este poderia ser o seu disco da maturidade, depois de alguns álbuns onde se tem notado um cansaço criativo compreensível. Mas não é. Não é que os U2 possam ser acusados de falta de inspiração, mas o grupo parece já incapaz de criar temas transcendentes como ‘Pride (In the Name of Love)’ ou ‘Sunday Bloody Sunday’. Tudo que faz é bem feito, mas falta uma centelha de génio. E isso não deveria faltar num tempo em que a sociedade está estilhaçada e, como o próprio grupo alerta, assistimos ao desmantelamento da democracia pelas redes sociais.

Que encontramos então neste disco? ‘American Soul’ tem alguma força. Bono chama aos EUA, um país fundado por emigrantes e refugiados, "uma ideia e um som", mais do que um lugar. ‘The Snowman (Little More Better)’, sobre as contradições de uma estrela de rock, também transmite a força dos U2. E Kendrick Lamar surge em ‘Get Out of Your Own Way’, para dar mais energia ao tema. E a este disco, que desilude um pouco.
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
mais crónicas de
Sociedade Recreativa
horoscopo
EM DESTAQUE
AQUÁRIO
21 JANEIRO - 19 FEVEREIRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright 2014 - Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.