Crónicas
Sociedade Recreativa
Regresso
por Fernando Sobral
Será que os fãs dos Oasis eram mais leais a Noel do que a Liam?
  • Partilhe
SÁBADO 21 OUTUBRO - 00H
Liam Gallagher, o cantor dos Oasis, foi muito provavelmente a última grande estrela da música pop antes da chegada da Internet. Com o seu grupo (e com o seu irmão, Noel), conseguiu estabelecer-se como uma lenda rock.

Mas a fragmentação da relação com o irmão Noel levou ao fim dos Oasis. Liam decidiu então criar uma banda, os Beady Eye, que se revelou um relativo fracasso comercial. Ninguém percebeu porquê: os discos tinham a força dos Oasis, mas a sua legião de fãs desaparecera.

Será que os fãs dos Oasis eram mais leais a Noel do que a Liam? A resposta verdadeira ainda está para ser conhecida. Mas agora Liam Gallagher regressa, com o seu próprio nome, através do álbum "As You Were".

Numa das entrevistas que deu recentemente, Liam foi claro: "Não vou mudar. Pelo menos nunca mudarei a minha atitude a respeito deste circo." Mas há algo que se nota: falta o humor devastador que era típico dos Oasis, como se Liam estivesse agora a modelar uma nova relação com o mundo.

Sem o irmão Noel por perto, recorreu aos serviços do produtor Greg Kurstin (que trabalhou com Adele) para a escrita das canções. Há uma grande canção, "Wall of Glass", onde o peso das guitarras é poderoso e arrasador. Uma balada como "What It’s Worth" é um bom exercício melódico, dos melhores que escutámos desde os tempos de Liam nos Oasis.

"Chinatown" evolui à volta de um belo som de guitarra acústica (embora a letra seja uma desilusão). Há ainda aqui uma obsessão com os Beatles, visível em algumas canções, mas isso não evita pensarmos que Liam ainda está em busca da sua estrela polar.
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
mais crónicas de
Sociedade Recreativa
horoscopo
EM DESTAQUE
AQUÁRIO
21 JANEIRO - 19 FEVEREIRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright 2014 - Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.