Crónicas
Jornal Nacional
Carne toda na panela da modelo
por Leonardo Ralha
Feijoada e cozido à portuguesa não põem em causa a excelente forma da rainha dos fatos de banho.
  • Partilhe
SÁBADO 26 MAIO - 00H
Há quem diga que as recorrentes entrevistas de fundo a Joana Freitas são o preço a pagar pela sucessão de fotografias em que a manequim de 31 anos usa fatos de banho com a mestria de quem sabe testar a elasticidade do tecido em contacto com a pele. Mas tão redutora visão revela-se desajustada a partir do momento em que Joana permitiu à 'Lux' um vislumbre do seu processo criativo.

"Gosto mais de roupa de praia porque, normalmente, fotografamos em ambientes fantásticos, em contacto com a natureza", explicou a ambientalista, que deve a tais sessões hábitos saudáveis. "Sempre que tenho campanhas em lingerie, ou fato de banho, nas semanas anteriores tento ter mais cuidado, mais atenção com a alimentação, até porque toda a gente sabe que não faço desporto", acrescentou quem noutras ocasiões não diz não "a uma feijoada ou a um cozido à portuguesa".

Fica provado que nasceu para desfazer preconceitos, pois não há muita gente capaz de dizer que "as pessoas acham que uma manequim não come assim refeições tão pesadas, mas eu sou do Norte, gosto de comer bem". Por ora com bons resultados, embora seja melhor ter cuidado com os enchidos.

Carolina Loureiro
Liberdade inalienável de mostrar os seios
"Como sou uma pessoa livre, faço aquilo que me apetece, e estou um bocado a borrifar-me", disse Carolina Loureiro à 'Nova Gente', referindo-se à foto em topless que partilhou. Mas não falta quem gostaria que, além de livre, fosse mais frontal na próxima.

Jorge Corrula
Surpresas servidas numa cadência diária
O segredo da longevidade da relação de Jorge Corrula e Paula Lobo Antunes reside, como ele contou à 'Lux', nas fugas à rotina: "Continuamos a surpreendermo-nos. Às vezes, mais do que uma vez por dia." Quantos casais podem, ao fim de 14 anos, dizer o mesmo?

Jorge Gabriel
Visão geoestratégica de um evento kitsch 
O "medianamente festivaleiro" Jorge Gabriel explicou à 'TV Guia' que a Eurovisão reergueu-se graças à Europa de Leste no pós-queda do muro de Berlim, "como 'Grito do Ipiranga' face à ocupação da ex- URSS durante tantos anos". E pensar que deram um Nobel da Paz a Gorbatchev...
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
mais crónicas de
Jornal Nacional
horóscopo
EM DESTAQUE
BALANÇA
24 SETEMBRO - 22 OUTUBRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina