SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER
a Ferver
Juíza continua no caso de Carrilho
Tribunal rejeitou o novo pedido de afastamento de Joana Ferrer do julgamento.
  • Partilhe
18/07/2017 08H27
Manuel Maria Carrilho
Foto: Duarte Roriz
O Tribunal da Relação de Lisboa rejeitou o novo pedido de afastamento da juíza Joana Ferrer do julgamento que opõe Bárbara Guimarães a Manuel Maria Carrilho por violência doméstica.

Cerca de dois meses depois de Bárbara Guimarães ter pedido, pela segunda vez, para que a juíza deixasse de conduzir o caso, alegando que esta estava a ser parcial, o tribunal de segunda instância decidiu que a magistrada se mantém no processo.

O CM tomou ainda conhecimento que a apresentadora foi multada em 816 euros, devido à falta de cumprimento dos requisitos legalmente exigidos para fundamentar o pedido. Contactado, o ex-ministro da Cultura Manuel Maria Carrilho recusou comentar a decisão do tribunal.

O assessor de Bárbara Guimarães também recusou prestar esclarecimentos sobre o assunto.
adicionar aos favoritos
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
BLOGS, CRÓNICAS & CONSULTÓRIOS
horoscopo
EM DESTAQUE
LEÃO
24 JULHO - 23 AGOSTO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright 2014 - Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.