Joana Carneiro faz revelação chocante: "Perdemos muitos bebés"

A maestrina, que é mãe de trigémeos, desabafou sobre a dificuldade em ter filhos.
Joana Carneiro
Joana Carneiro
29 mai 2019 • 12:03
Joana Carneiro, de 42 anos, filha do antigo ministro da Educação, Roberto Carneiro, e com oito irmãos, a maestrina tem quatro filhos, mas revela que foi difícil engravidar.

No âmbito das conversas 'E Deus Nisso Tudo', que acontecem na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, organizadas por Maria João Avilez, a maestrina fez confissões sobre a dificuldade de construir uma família e que foi na fé que se focou. 

"Foi muito difícil ser mãe. Perdemos muitos bebés. Eu perguntava ao meu marido [o médico cirurgião José Gonçalves]: 'Porque é que isto nos acontece? Nós fazemos o bem...' e ele respondia: 'tu acreditas em Deus ou não?', eu respondia que 'sim', 'então espera'", revelou.

importa
importa
importa
importa
Joana Carneiro
Joana Carneiro
importa
importa
importa
importa
Joana Carneiro
Joana Carneiro



Joana conseguiu engravidar, mas revela que sentiu discriminação em ser mãe. "A discriminação das mulheres existe, mas acho que a discriminação das mães é ainda maior. Eu nunca me senti discriminada como mulher, mas como mãe já". Contou ainda que "a vida que tenho hoje é a prova que Deus existe". 

Quando a maestrina foi estudar para o estrangeiro confessou que foi na oração que se refugiou. "Quando fui para os Estados Unidos, em 1998, sendo tão ligada à minha família, custou-me muito. Ia todos os dias à missa. Encontrei ali um espaço de oração muito importante".  

Joana Carneiro e José Gonçalves têm quatro filhos, os trigémeos José Joaquim, Maria do Rosário e Maria da Conceição, com dois anos, e João, com um ano.

Em março de 2004, Joana Carneiro foi distinguida com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, pelo Presidente da República Jorge Sampaio. Recebeu, em julho de 2010, o Prémio D. Antónia Adelaide Ferreira e, em novembro do mesmo ano, o Prémio Amália de Música Erudita.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo